quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Livro X Filme - O Código Da Vinci

16/01/2013
Inauguração da nova coluna \o/

Olá pessoal!
Como o prometido eu assisti o filme O Código Da Vinci que foi feito baseado no livro de Dan Brown que tem o mesmo título.
Bom, sempre que eu vejo um filme que foi baseado em um livro que eu já li tenho a impressão que estou vendo outra história, porque NUNCA acontece exatamente o que está no livro. Fico alí, angustiada esperando a hora que a Sophie vai abraçar o irmão dela e que vai beijar Robert e o que acontece NADA!. Para começar o irmão de Sophie nem aparece na história. Fica como se ele realmente tivesse morrido no acidente ou então subentende-se que aquele cara que estava na igreja é o irmão dela.. Jacques Sauniére nem é avô de Sophie no filme! Mas calma, nem tudo foi tão ruim assim.
Uma coisa que realmente gostei no filme é que ele me ajudou a encaixar a história nas poucas horas que ela realmente acontece. As cenas são rápidas como no livro. Alguns detalhes são deixados de lado. Inclusive, tenho a audácia de afirmar que o filme só é realmente compreendido e bem aproveitado quando já se leu o livro.
Mas interessante mesmo é ver os personagens da minha imaginação de repente ganharem vida. Claro, eu já tinha bisbilhotado quem interpretava Robert Langdon então já acabei imaginando toda a história com Tom Hanks, que cá pra nós, que escolha péssima! Sabe, Robert é um professor universitário jovem, com energia e tudo mais, chama a atenção das mulheres também. Tom Hanks não se parece em nada com um professor universitário, não com os meus pelo menos. Nada contra o ator, sou super fã dele.
Também imaginava diferente o mordomo, o monge Silas, o Bisbo Aringarosa, Leigh Teabing, o tenente Colet, o capitão Fache em fim... todos eram diferentes do que eu imaginava, mas acredito que todos eles representaram muito bem os personagens, deixaram mais reais as coisas.
Outro aspecto que não sei se aprovo ou não foi eles terem encontrado os documentos do Graal. No livro Langdon descobria o verdadeiro esconderijo do sarcófago de Maria Madalena mas Sophie nem chegava perto dos tais documentos.
Achei que eles cortaram partes interessantes quando eles tentam decifrar os códigos deixados por Jacques dentro do Cryptéx. Por falar nisso, no livro eram dois  Cryptéx e no filme apareceu só um.

Elenco:

Tom Hanks - Robert Langdon
Audrey Tautou - Sophie Neveu
Ian McKellen - Sir Leigh Teabing
Jean Reno - Bezu Fache


Paul Bettany - Silas
Alfred Molina - Bispo Aringarosa
Jürgen Prochnow - Andre Vernet
Jean-Yves Berteloot - Remy Jean
Etinne Chicot - Tenente Colet
Jean-Pierre Marielle - Jacques Saunière

Eis aí minha opinião sobre Livros X Filmes:

Não vejo problema algum em serem feitas adaptações cinematográficas de nossos queridos livros.
Faltam detalhes? Sim, faltam. Mas me respondam: Como seria possível colocar a riqueza de detalhes presente nos livros em um filme de duas horas como O Código Da Vinci?
Acredito que isso nos torna (os leitores) privilegiados. Conhecemos uma história muito mais completa e emocionante do que aqueles que não leem o livro por preguiça.
Também sou a favor dos filmes porque eles nos mostram melhor algumas coisas que nossa imaginação falha ou que vai muito além do que deveria.

Código Da Vinci (Filme) X Código Da Vinci (Livro):

Se eu tivesse que escolher apenas um dos dois claro que escolheria o livro, mas como tenho a liberdade de aproveitar ambos então eu escolho os dois. Um completa o outro nos sentidos em que falham e no final acabamos tendo duas grandes histórias. Aconselho a todos os que quiserem assistir o filme a lerem primeiro o livro. Isso tornará o filme mais prazeroso.
Bom pessoal, com isso fica inaugurada oficialmente a nova coluna do blog: Livros X Filmes.
Espero que tenham gostado embora tenha ficado um pouco extensa.

Abraços.
Sabrina

2 comentários:

  1. Um dos filmes mais incriveis que eu já vi, infelizmente nunca consegui ler os livros. Acho q esse é o meu projeto HHAHAHA

    http://www.rutilista.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um ótimo projeto. Os livros realmente são ótimos.

      Excluir

Seu comentário é muito importante.
É ele que vai me ajudar à avaliar meu trabalho.
Por isso, sinta-se a vontade para fazer seus comentário sobre tudo por aqui.
Adoro ter você no Jardim.
Volte sempre!